quinta-feira, 19 de outubro de 2017

[Resenha] A Prisão do Rei

Escritora: Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Páginas: 540


SINOPSE: "Mare Barrow foi capturada e passa os dias presa no palácio, impotente sem seu poder, atormentada por seus erros. Ela está à mercê do garoto por quem um dia se apaixonou, um jovem dissimulado que a enganou e traiu. Agora rei, Maven continua com os planos de sua mãe, fazendo de tudo para manter o controle de Norta — e de sua prisioneira.
   Enquanto Mare tenta aguentar o peso sufocante das Pedras Silenciosas, o resto da Guarda Escarlate se organiza, treinando e expandindo. Com a rebelião cada vez mais forte, eles param de agir sob as sombras e se preparam para a guerra. Entre eles está Cal, um prateado em meio aos vermelhos. Incapaz de decidir a que lado dedicar sua lealdade, o príncipe exilado só tem uma certeza: ele não vai descansar enquanto não trouxer Mare de volta."




"Hematomas. Fraturas. Dores que vão cicatrizar com o tempo. O mesmo não pode ser dito do resto." (pág. 13)

Eu nem acredito que finalmente cheguei ao terceiro livro dessa série. Após a leitura cansativa de "espada de vidro", confesso que perdi todo o interesse em continuar essa jornada junto com a Mare, mas, ainda assim, comprei esse exemplar em uma promoção e estava desde Março na minha estante; decidi que era hora de finalmente saber o desenrolar desse enredo.

"A prisão do rei" é o terceiro livro da série "a rainha vermelha" e alguns relatos que serão citados também aparecem na sinopse do livro. Ou seja, não há spoiler. Leia sem medo!


"É cruel ter esperança quando não há nenhuma." (pág. 26)

Mare está passando por momentos difíceis desde que foi capturada e está "pagando" por todos os erros que cometeu. Como se não bastasse estar em uma jaula, a mesma - chamada de Pedra Silenciosa - a impossibilita de utilizar os seus poderes. Então tudo que resta é esperar a Guarda Escarlate para salvá-la.

Além disso, Mare é obrigada a seguir ordens de um rapaz que um dia se apaixonou. Sofrimento é o que descreve perfeitamente os dias de Mare nos primeiros capítulos, até quando uma grande guerra começa acontecer e o desenrolar da estória também.


"Por um segundo, isso me deixa feliz. Então me lembro: os monstros são mais perigosos quando estão assustados." (pág. 155)



"A dor deixa você mais forte. O amor enfraquece." (pág. 181)

O começo do livro é bem impactante, tanto que devorei 54 páginas rapidamente. Saber o que realmente estava acontecendo com Mare após os trágicos acontecimentos de "espada de vidro" realmente fluiu rapidamente a leitura. Porém, quando os capítulos eram narrados por Cameron - da Guarda Escarlate -, tudo ficava um tanto quanto cansativo.

Entendo a necessidade da narrativa no ponto de vista da Guarda já que eles não estavam juntos com Mare, mas acredito que o foco deveria ter sido maior na Guarda e nem tanto na personagem Cameron. Mesmo narrando os acontecimentos dela junto com o grupo, muitos pontos estavam citando apenas nessa personagem específica. Isso me deixou com vontade de pular esses capítulos. Confesso que se realmente não fossem importantes, teria feito.


"Meus erros não têm como ser desfeitos, esquecidos ou ignorados." (pág. 205)

A uma personagem que ganha um grande destaque nesse livro: Evangeline - sangue prateado. Não há muito o que contar dela porque aí sim ocorreria um spoiler, mas é uma personagem repleta de atitudes. Em alguns momentos ela me deixou irritada com algumas atitudes, mas em outras eu não acreditei no modo como ela agiu. Realmente foi chocante!

Quase nas últimas 200 páginas, há enormes reviravoltas no livro. Nesse momento eu realmente não desejei largar a leitura porque era um enorme BOOM! O começo e essa parte foram as melhores do livro; as outras foram bem explicativas e sem grandes emoções - e aí vai mais um ponto para a leitura cansativa que nem o livro anterior.


"Muitas pessoas estranhas passaram pela minha vida. Mas todas têm pedaços que consigo entender. Emoções que conheço, sonhos, medos." (pág. 270)

E, finalmente, há uma pequena demonstração de amor; há sentimentos fortemente envolvidos por todos. Em alguns momentos nos livros anteriores foram revelados sentimentos e junto a insegurança. Nesse livro também há ainda uma incerteza, mas ficou mais fácil identificar como tudo irá acabar - mas também pode mudar e ser uma grande surpresa para os fãs.

O próximo livro da série será lançado no exterior em Maio de 2018. Não há previsão ainda de quando chegará ao Brasil. Se eu vou ler? Provavelmente sim, mas não vou ficar com aquela ansiedade enorme como fiquei após finalizar o primeiro livro. Estou torcendo para que tudo tenha um final feliz.


"O tempo nem sempre cura as feridas. De vez em quando, faz com que fiquem piores." (pág. 363)

Mas ler ou não ler? Não vou dizer que é uma leitura que eu recomendo porque só eu sei o quanto foi difícil finalizar essas 540 páginas. Como já citei, o livro foi bom em alguns momentos, mas nem tanto em outros. Por outro lado, para quem começou a série e ficou esperando um final por tudo que Mare passou, leia. "A prisão do rei" vai detalhar perfeitamente o sofrimento da personagem e vai fazer com que o leitor sofra junto com a mesma.



MAIS QUOTES




"Contei os dias e desejei um fim, não importava qual. Mas tive esperança." (pág. 374)

"Nenhum tipo de amor pode apagar os erros dele, assim como nenhum tipo de amor pode apagar os meus." (pág. 403)

"Amor não é uma palavra que usamos. Sentimos, pensamos, mas não falamos. Parece algo tão definitivo, uma declaração da qual não se pode voltar atrás." (pág. 461)

"Porque é uma escolha. Ela só precisa dizer não. Ou sim. Uma palavra define nosso destino." (pág. 530)




Avaliação: ❤❤❤
*Fantasia / jovem adulto / literatura estrangeira*

8 comentários:

  1. Ahhh puxa, li resenhas que falam o mesmo que vc, eu fico bem na duvida se começo a ler ou não, vou esperar mais um pouco hehehehe

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é difícil esse livro rs. O primeiro é ótimo, tanto que fiquei morrendo de curiosidade para ler o segundo. Li e perdi a vontade de ler o terceiro, mas né rs. Vamos ver como será o último livro e se realmente valerá a pena.

      Beijos.

      Excluir
  2. Oi
    ta ai uma série de livros que não tenho vontade de ler, pena que a leitura foi cansativa, mas pelo menos teve seus pontos positivos.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu criei muito interesse após ler resenhas ótimas de "a rainha vermelha" (esse livro realmente foi muito bom), mas, infelizmente, o segundo foi totalmente cansativo e esse teve lá seus pontos positivos. Vamos ver como a série irá acabar...

      Excluir
  3. OIieeee

    Da série toda esse foi meu favorito, achei que a Mare paesar de tudo melhorou, Maven é muito bom, continua sendo na minha opinião o personagem mais interessante (desbancando totalmente o Cal que pra mim tem carisma zero) e gostei de conhecer o ponto de vita da Evangeline. Esperemos que o desfecho final da série seja empolgante e nos faça dizer que valeu a pena né?

    Beijokas

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Evangeline ganhou um grande destaque nesse livro e também gostei bastante. Mas, infelizmente, está longe de ser meu livro favorito :( Vamos torcer para o final ser incrível!

      Beijos.

      Excluir
  4. Oi!!
    Ainda bem que a leitura te surpreendeu no final. Eu ainda não li nenhum livro da série, até tenho vontade mas preferiria ter todos os livros lançados.

    Beijos,
    Sora | Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até ano que vem a série ficará completa. Espero que a leitura te agrade :D

      Beijos.

      Excluir