segunda-feira, 11 de setembro de 2017

[Resenha] O Primeiro Último Beijo

Escritora: Ali Harris
Editora: Verus
Páginas: 448
SKOOB

SINOPSE: “O primeiro último beijo” conta a história de amor de Ryan e Molly, de como eles se encontraram e se perderam diversas vezes ao longo do caminho. Na primeira vez em que eles se beijaram, Molly soube que ficariam juntos para sempre. Seis anos e muitos beijos depois, ela está casada com o homem que ama. Mas hoje Molly percebe quantos beijos desperdiçou, porque o futuro lhes reserva algo que nenhum dos dois poderiam prever…"


Se você soubesse que aquele beijo que você deu seria o último beijo. O que você faria? Se agarraria naquele momento ou deixaria apenas que fosse uma lembrança?

Na adolescência Molly era aquela garota considerada "esquisita" no colégio; Ryan era o inverso: ele é o atleta da escola, "o gostosão", mas não é aquele típico atleta como estamos acostumados. Ryan tem um coração enorme, mas isso só aumenta o seu charme em relação as garotas que sempre se derretem quando ele está por perto.


"Não sou mais uma adolescente, e meu coração não pode ficar mais partido do que já está. Quando se passa pelo que eu passei, quando se aposta tudo no amor - e se perde - nunca se é a mesma de novo. Não de verdade." (pág. 09)

Ryan e Molly é aquele típico casal "gato e rato", sabe? Eles se conhecem desde a adolescência e viveram brigando e se desencontrando durante os diversos anos que se seguiram. Depois de vários encontros e desencontros você pensa que tudo não irá passar de uma paixão adolescente, quando o destino resolve desmontar toda essa concepção e mostra que quem realmente manda é o coração.

O livro não segue uma linha atemporal, então é possível viver cada momento junto com os personagens: desde quando eles se conheceram, o que realmente aconteceu até ficarem juntos, o que a vida proporcionou em diversos momentos... Pode parecer confuso no começo, porém depois o leitor acaba se adaptando com essa narrativa.


"Mas as coisas mudam, as pessoas mudam, assim como as percepções das pessoas." (pág. 16)




"É engraçado como certas pessoas entram em sua vida de forma inesperada e imediatamente fazem você sentir que pode lhes contar tudo, absolutamente tudo. Coisas que você nem sonharia em dizer às pessoas mais próximas e queridas. E, de repente, elas se tornam uma parte intrínseca de sua vida, sem que você saiba quase nada sobre elas." (pág. 27)

Eu preciso dizer que esse livro foi uma montanha russa de emoções! "O primeiro último beijo" realmente me fez rir diversos momentos, me deixou com vontade de dar uns gritos com a Molly por muitas vezes não perceber o quanto Ryan era perfeito, me fez suspirar com as declarações e no final me fez chorar.

No começo o livro vai apresentar muitas idas e vindas do casal no passado e apenas vagamente algumas descrições sobre o presente. Porém, nas últimas 100 páginas, a narrativa é focada apenas no presente e são grandes emoções - tão grandes que em certos momentos eu estava prendendo a respiração de tão chocada que fiquei!


"É possível uma vida sem arrependimentos? Nunca acreditei nisso. Passamos a vida almejando a felicidade e realização no trabalho, no amor e com nossos amigos e familiares, no entanto muitas vezes gastamos energia reclamando de namorados ruins, mudanças erradas na carreira, discussões com amigos e oportunidades perdidas. Ou é só comigo? Eu admito que sou naturalmente do tipo "copo meio vazio", mas sei que arrependimentos são um fado para a felicidade e estou tentando me livrar deles, pois aprendi que tudo é uma questão de escolha. Você pode escolher transformar arrependimentos em lições que mudam seu futuro. Acredite, estou realmente tentando fazer isso. Ms a verdade é que estou falhando. Porque tudo que consigo pensar é: talvez eu mereça. Talvez esse seja o meu castigo." (pág. 31)

Depois que descobri diversas coisas sobre o casal, deu para entender o porque eles se separaram durante muito tempo, mas também se reencontraram. Era apenas o destino deles ficarem juntos. Com isso foi possível perceber o amadurecimento dos personagens e a amizade intensa que eles adquiriram ao longo dos anos. Após tudo que aconteceu, o final realmente foi o esperado. De qualquer forma, eu amei esse livro do começo ao fim.

É difícil escrever a resenha desse livro sem dar spoiler, mas posso dizer que é um livro que vale muito a pena ser lido! Ele mostra que o amor pode ser enlouquecedor e frustante, mas que também será sublime. Esse livro com certeza vai preencher completamente o seu coração.


"Todo mundo precisa de amor e do apoio dos outros, mas precisamos encontrar isso entro de nós mesmos primeiro. Somos todos mais fortes do que acreditamos ser. Podemos aguentar mais do que pensamos. Podemos sobreviver ao pior e, de alguma forma, ainda encontrar um jeito de sorrir." (pág. 34)



MAIS QUOTES

"Às vezes precisamos perder alguém que amamos para perceber exatamente o que temos. Claro que o ideal é nunca perder, mas isso nem sempre é fácil." (pág. 83)

"Sei que algumas pessoas duvidam que alguém possa mudar tão radicalmente, mas aposto que elas simplesmente não passaram por isso ainda. Não sentiram essa emoção primordial de conhecer a pessoa com quem querem passar cada minuto de cada hora de cada dia. Alguém que nos entende mais em poucas semanas do que as pessoas que nos conhecem a vida inteira." (pág. 97)

"Assim como pessoas criativas sempre dizem que só lembram de críticas, nunca dos elogios, descobri que, em tempos de crise, as coisas ruins ficam com a gente mais do que as boas." (pág. 119)

"Você pode me fazer um favor? Quebre uma regra hoje, enlouqueça, viva o momento. Abra seu coração. Depois, abra mais um pouco. Ame muito, ame mais ainda. Não tenha medo de se expressar, de gritar, de ser ouvido. Diga EU TE AMO. Aposte todas as fichas. Aposte todas as fichas no amor." (pág. 173)

"Amar alguém significa saber que você não vai ser feliz o tempo todo, que ninguém pode fazê-la feliz o tempo todo. Essa é uma expectativa totalmente irreal. E às vezes, em um casamento ou um relacionamento longo, você precisa aprender isso." (pág. 218)

"Eu achava que tirar fotografias me faria enxergar melhor as coisas, congelar o momento, lembrá-lo para sempre. Mas percebo que a única maneira de fazer isso é viver o momento, não ficar atrás de uma lente." (pág. 335)

"Até esse momento eu sinceramente achava que tinha perdido a fé no "para sempre", mas agora sei que tanto o amor quanto a arte podem durar para sempre, porque tem o poder de transcender tudo - o tempo, a idade e, de fato, a própria vida." (pág. 338)

"Sejam gentis um com o outro, sejam gratos um ao outro, sejam fiéis um ao outro. Não desperdicem seus beijos, nem um sequer. O Futuro não está garantido para ninguém, portanto beijem até não poder mais, na rua, na frente de todos! Beijem como se cada beijo fosse o último. E depois salvem todos eles na memória, para que possam guardá-los para sempre." (pág. 368)

Avaliação: ❤❤❤❤❤

4 comentários:

  1. Olá!
    Nossa estou com esse livro na minha estante há tanto tempo que não sei porque não li ainda hahahaha
    A história parece ser maravilhosa, bem no estilo que eu amo 😍
    Adorei sua resenha e os quotes escolhidos! Preciso urgente ler!
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me perguntei a mesma coisa após finalizar a leitura haha. Então, por favor, tire seu livro da estante e se apaixone por esse casal super fofo!

      Fico muito feliz mesmo que tenha gostado e espero que isso te motive a ler ainda mais rápido esse livro! <3
      Beijos.

      Excluir
  2. OIiiii

    A resenha ficou linda e ai meu Deus que cara de ser livro triste esse, mas ao mesmo tempo daqueles inspiradores, que tocam na sensibilidade da gente.
    Fica a dica anotada.

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É triste, é engraçado, é tocante... é tudo! O livro realmente é uma montanha-russa de emoções e que vale a pena sentir cada uma.

      Muito obrigada! <3 Espero que leia e se apaixone por ele também.
      Beijos.

      Excluir