terça-feira, 26 de setembro de 2017

[Resenha] Amor à Moda Antiga

Escritor: Fabrício Carpinejar
Editora: Belas Letras
Páginas: 104

SINOPSE: "Em seu aniversário de 43 anos, Fabrício Carpinejar ganhou de presente uma velha máquina de escrever Olivetti Lettera 82 verde-esmeralda. Desde esse dia, ele se dedica a escrever nela poemas de amor e a guardá-los como um inventário de seus sentimentos e emoções ao longo de sua carreira. Pela primeira vez, a Belas-Letras publica esses poemas exatamente como os originais foram enviados à editora, em maços de papel despachados pelos Correios, sem nenhum tipo de correção ortográfica, edição ou retoques, inclusive com as próprias anotações à mão feitas pelo próprio Carpinejar. Todos os textos de Amor à Moda Antiga (inclusive este) foram originalmente escritos em máquina de escrever. O resultado é um livro orgânico, singelo e apaixonadamente imperfeito, exatamente como o amor é."



"Amor à moda antiga" é um livro que estou completamente desabituada a ler, mas da mesma forma solicitei para a editora para me "aventurar" em diferentes gêneros.

Nesse livro nós vamos conhecer poemas do autor sobre o amor: sobre como ele não é perfeito, sobre os problemas enfrentados, saudade, emoções... Ele mostra um lado no qual estamos habituados no dia-a-dia de um casal antes e depois de um casamento.

Não há muito o que dizer desse livro repletos de poemas, mas tem como eu apresentar aqui quais foram os que mais gostei e claro, dizer que essa edição da Belas Letras está magnífica!

não me dê somente
a sua alegria,
ofereça também
a sua melancolia
para me prepararar
à saudade.
(pág. 11)


para dar certo,
o nosso amor
deveria ser escondido,
secreto,
sem o julgamento dos outros,
mas não contávamos
com a vaidade de nossa alegria.
(pág. 41)


só é livre quem não ama.
amar é nascer de novo
com o mesmo desamparo,
sem direito a escolher o nome
os pais, a casa.
é assumir as consequências
de um destino emprestado.
(pág. 57)





seu rosto pode envelhecer,
seu corpo pode envelhecer,
sua opinião pode envelhecer,
sua paciência pode envelhecer,
sua cultura pode envelhecer.
não deixe que a esperança envelheça
e não haverá mais como reconhecê-la.
(pág. 77)

quando o filho berra
escandalosamente
no berço
durante a madrugada,
e o marido olha para a esposa,
a esposa olha para o marido,
e ambos esperam um sinal
de quem se levantará primeiro,
é nesta fração de segundos
que descobrem
o quanto estão dispostos
a continuar se amando.
(pág. 85)


para traí-la,
preciso me trair antes.
para enganá-la,
preciso me enganar antes.
não se mente para o outro
sem mentir para você mesmo.
a solidão deve ser honesta
para se fazer uma vida a dois.
(pág. 105)


Os poemas são pequenos, mas repleto de sentimentos e significados. É algo romântico e singelo. Simples, porém recheado de riqueza, entende? O que vale relatar que esses poemas foram escritos em sua máquina de escrever e após a impressão, o autor faz o próprio rabisco em seus poemas os tornando melhores. Incrível, não?

Para os apaixonados e fãs de poemas, com certeza vão amar esse livro. Não foram todos os poemas que me agradaram, porém esses citados são os que mais me conquistou e me mostrou muitas verdades por trás de um relacionamento.



Avaliação:  ❤❤❤
*livro cedido em parceria com a editora Belas Letras.

8 comentários:

  1. Oiiee tudo bom?

    A capa é linda e as fotos ficaram ótimas, mas confesso que poesia não é muito meu estilo em livros, na verdade dificilmente consigo manter a atencão. Mesmo assim achei a dica legal, pra quem gosta é um presente

    Beijos

    aliceandthebooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza para quem gosta do gênero, o livro é super indicado!
      Também não faz muito o meu estilo, mas foi bom conhecer algumas poesias do autor.

      Beijos.

      Excluir
  2. A edição desse livro é tão linda, e sou doida pra ler alho do Carpinejar 😍
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo não fazendo o meu estilo de leitura, foi bem agradável.
      Espero que você goste :D E sim, a edição é maravilhosa.

      Beijos.

      Excluir
  3. Ahhh a edição é linda, super curti! E é sempre bom a gente tentar sair um pouco do que estamos acostumados a ler e nos aventurar em novos gêneros! Adorei a dica

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom mesmo.
      Continua não sendo o meu gênero favorito, porém gostei de conhecer um pouco mais.

      Beijos

      Excluir
  4. Amei a resenha e essa capa maravilhosa, já quero ler :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3 fico feliz que tenha gostado.
      Espero que leia e goste bastante dos poemas do autor.

      Excluir