quinta-feira, 22 de junho de 2017

[Resenha] Mentiras Como o Amor

Escritora: Louisa Reid
Editora: Novo Conceito
Páginas: 432


Sinopse: "Audrey sabe que sua mãe está certa quando tenta salvá-la de si mesma. 
Ela sabe que tem sido injusta, por isso precisa, por seu irmão mais novo e por sua mãe, seguir em frente. Audrey tenta manter todos felizes. Juntos, eles estão em busca de dias melhores.
A mãe de Audrey, à sua maneira, tenta ajudar a filha a controlar a doença para que ela possa encontrar um recomeço seguro.
Então Audrey conhece Leo, mas ele torna a vida dela realmente complicada, pois essa amizade faz com que ela deseje ousar ser ela mesma, enfrentar a vida.
Agora, Audrey precisará decidir: cuidar de sua família especialmente de seu irmão ou continuar sonhando com a vida que tanto deseja?"



"Minha memória era como uma página arrancada de um livro, dobrada e rasgada em lugares aleatórios, e onde faltavam todas as palavras importantes." (pág. 123)

Em "mentiras como o amor" nós vamos conhecer a história de Audrey. Ela, sua mãe Lorraine e seu irmão Peter, de cinco anos, estão de mudança. Eles estão indo morar na Granja: uma casa bem antiga da cidade e que precisa de muitas reformas. O que chama a atenção de Audrey é o lago que tem perto de sua casa. Na verdade é o que deixa aflita, mas que ninguém percebe, pois ela aprendeu a controlar bem as suas emoções.

Mas o por que a aflição por causa da água? Audrey sofre de depressão e a "Coisa" - como ela denomina - é o a perturba. Sempre quando sonha ela está sendo puxada para água e morrendo afogada. Desde que esses sonhos começaram foi quando Audrey surgiu os sintomas de depressão. Com essa mudança de lar, ela torce para que a "Coisa" tenha ficado para trás e que tudo ficará bem a partir de agora.


"E todo mundo tem sua própria dor. Você não precisa ter vergonha disso." (pág. 137)


Quando eles se mudam, eles conhecem os vizinhos da Fazenda, Leo e sua tia Sue. São os únicos vizinhos próximos e então o contato é inevitável. Leo e Sue vão até a Granja para se apresentar e Leo tenta ser simpático com Audrey, mas ela o trata com frieza e grosseria. Mesmo com esse tratamento, Leo percebe que ela é diferente e quando se encontram na mesma escola, ele percebe que há algo além daquela frieza dela.

Em um novo lugar, nova escola, novas pessoas, Audrey acaba passando por momentos difíceis e sofrendo bullying. Sua mãe não entende o motivo de que em todo lugar Audrey passa por momentos como esses, como se ela fosse a vítima sempre e é com a insistência e aproximação de Leo que ela percebe que pode contar com ele e ser ela mesma. 


"Ter coragem tem a ver com ser forte. E se for forte, bem... a força surge quando alguém é amado, não acha? Se você sabe que é amado, então isso é tudo de que precisa. O amor lhe dá pernas de aço." (pág. 188)


Mesmo com os seus problemas, Leo está disposto em ajudá-la e fazer com que ela seja livre, o problema é que sua mãe não percebe que essa amizade é o que está ajudando Audrey nos dias difíceis. Ela começa impedir que essa amizade continue e com isso é onde a Coisa aparece e começa a destruir Audrey novamente.



"Mentiras como o amor" foi meu primeiro contato com a autora e tudo que posso dizer é: que livro incrível! Além da capa, o que mais me chamou atenção em solicitar esse exemplar para a editora foi o tema depressão. Eu gosto de ler livros que relatam temas fortes, pois sempre aprendemos um pouco mais com eles. Mas esse livro foi uma surpresa para mim. Eu me surpreendi como as coisas ocorreram em cada página e nas últimas páginas fez com que algumas lágrimas rolassem pelo meu rosto.


"Que a felicidade é ser amada por quem você é sem nenhuma reserva ou hesitação, sem retroceder ou se importar com o que qualquer pessoa venha a pensar. Era confiança; era fé; era saber que o amor que você dá fica seguro no coração de outra pessoa." (pág. 197)


O livro é dividido em ponto de vista de Audrey (narrado em primeira pessoa) e Leo (narrado em terceira pessoa) o que torna a leitura agradável e super fluída. É onde percebemos todos os problemas que Audrey vem enfrentando com a "Coisa" e os problemas que Leo também sofreu no passado, mas que aprendeu superar. O que ele não conta a ela é que enquanto ele está tentando ajudar Audrey, ele também estava sendo ajudado. Um salvou o outro dos seus dias escuros.

A história no começo é leve. Aborda a depressão e a automutilação, mas com o decorrer dos capítulos o assunto fica mais pesado, mais forte. É onde conseguimos sentir ainda mais as emoções e o sofrimento dos personagens. A autora descreve tudo perfeitamente, nos mínimos detalhes. Faz com que o leitor realmente viva a história, viva como se fosse Audrey. É desesperador ver a situação dela e não saber o real motivo, mas quando eu descobri o que realmente estava acontecendo, confesso que fiquei de queixo caído. Garanto que qualquer um que leia esse livro se sentirá da mesma forma!


"Mas, se o amor fosse esse buraco tão profundo no meio do seu peito, que se escancarava sempre que ela estava longe e doía insuportavelmente, então, bem, ele a amava." (pág. 236)


Audrey é uma personagem incrivelmente forte e encontra seu apoio em Leo. Leo é um personagem incrivelmente fofo e que faz de tudo para que Audrey saia dessa depressão. A história é ótima e que vai deixar você em lágrimas e de coração partido. Vai fazer com que você ame alguns personagens e odeie outros. Uma história que vale a pena ser lida.

Avaliação: ♥♥♥♥♥ ()
Livro cedido em parceria com a Editora.



24 comentários:

  1. Oi
    legal que achou uma ótima leitura, estão falando tão bem dele que só vejo comentários positivos, a história parece ser profunda e só de ler a resenha fico com dó da protagonista.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bem profundo mesmo e faz você pensar em muitas coisas, sabe? Analisar os pequenos detalhes. É um livro que eu super recomendo!

      Excluir
  2. Olá
    Nossaaa, q livro mais fofo 😍😍, já está em minha lista de próximas leituras.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, mas prepara os lencinhos e o coração! Porque esse livro é realmente maravilhoso.

      Excluir
  3. Olá,
    Gostei do livro, já estava na espera de uma resenha desse livro. A trama dele é incrível, eu loucamente me apaixonei pela história. Realmente depresao, automutilacao são coisas muito difícil de enfrentar e sei muito bem como é isso, tenho certeza que irei me identificar bastante com ela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que realmente seja algo difícil para superar, mas é algo que sempre será possível. Sempre há alguém tentando ajudar e a própria pessoa pode encontrar o seu "porto seguro". Vale muito a pena a leitura desse livro maravilhoso.

      Excluir
  4. Olá!
    Como você, eu não conhecia a autora mas me encantei com a premissa desse livro !
    Adoro livros com temas fortes e que falam sobre emoções como esse .
    Já está na listinha para ler 😘
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li apenas esse livro da autora, mas confesso que já quero ler todos. A escrita dela é maravilhosa e esse livro, então, nem se fala! Realmente vai e pena. Espero que você tenha oportunidade em ler e se apaixone por ele, assim como eu.

      Beijos.

      Excluir
  5. Olá ;)
    Já conhecia o livro só de vista, mas nunca me interessei em procurar sobre o que era o livro. Gostei da resenha, se que bom que você gostou do livro, me deixou com mais vontade ainda de lê-lo!
    Também gosto de livros que falam sobre temas fortes, e espero me surpreender também com o livro.
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temas fortes são sempre bem vindos e ensina muita coisa para nós leitores. É um livro que realmente vale a leitura e que conquista o coração. Leia, você não irá se arrepender.

      Beijos.

      Excluir
  6. Oieee! Eu nunca li nada da autora, mas li muitas críticas positivas do outro livro dela e a história desse parece ser muito boa, uma amiga leu e tb gostou! Parece forte e ter uma boa trama.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li outros livros da autora, mas após ler esse, quero ler tudo! Ela possui uma escrita muito boa e esse tema forte me conquistou infinitamente. Espero que leia e goste, Mi.

      Beijos.

      Excluir
  7. Oi! Tudo bom?
    Eu solicitei esse livro pra resenha também porque achei o conjunto capa + sinopse MARAVILHOSOS. Que ótimo saber que não vou me decepcionar!
    Também não li nada da autora até hoje, mas já fiquei mais animada pra essa obra. Amo personagens bem desenvolvidos e uma trama completa <3
    Ótima resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3
      Leia em breve esse livro. Realmente você não irá se arrepender! Além de sinopse e capa, a história é completamente maravilhosa e envolvente.

      Beijos.

      Excluir
  8. Olá! =)
    Tudo bem?

    Olha só, eu fique tentado a pedir esse livro a editora também, mas como tinha muita leitura acumulada decidi esperar e priorizar outro que queria mais. POrém, esse livro me chama muito atenção e ler essas coisas positivas me deixam com mais vontade ainda.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, deveria ter solicitado, pois é uma história realmente maravilhosa! Espero que tenha oportunidade em lê-lo.

      Excluir
  9. Oie
    Ainda não conhecia esse livro, gostei da dica
    Blog Entrelinhas

    ResponderExcluir

  10. O livro aborda um tema bem atual e acredito que deve ser bem intenso e tocante. Acho que muitas pessoas vão se identificar com Audrey e seus problemas para lidar com toda essa situação. Com certeza muitas lágrimas devem rolar rsrs... Adorei a resenha e as frases! Muito bem escrita!
    Beijos
    Vivian San Juan
    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitas pessoas irão se identificar mesmo com a personagem. Outras, assim como eu, vão sofrer com todos os acontecimentos que a personagem enfrenta. É um livro realmente intenso e envolvente. Vale a leitura.

      Muito obrigada! <3

      Excluir
  11. Ainda não li nada da autora e, até agora, julgaria praticamente impossível ler pq não curto muito romances docinhos. Mas saber que o principal tema do livro é a depressão já me fez mudar de ideia.

    Só quem vive a depressão sabe a dor que é, e acho que é por isso que Leo consegue ajudar Audrey e, ao mesmo tempo, se manter bem.

    Esse vai p a minha wishlist.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O tema principal não é o romance. Até tem, mas nada como um Nicholas Sparks, sabe? haha O livro é realmente voltado para a depressão e temos muito que aprender com ele.

      Excluir
  12. Como deve ser um livro doloroso, porque uma pessoa que se mutila, deve ter o estado psicológico bem abalado e deve mesmo fazer tratamento.
    E como é bom ver que o amor de alguma forma pode curar e melhorar o ser humano.
    Gostaria de poder ler.
    “Como eu não tenho o dom de ler pensamentos, eu me preocupo somente em ser amigo e não saber quem é inimigo. Pois assim, eu consigo apertar a mão de quem me odeia e ajudar a quem não faria por mim o mesmo.” (Desconhecido)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JUNHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha oportunidade em lê-lo. O livro realmente é maravilhoso!

      Excluir