sexta-feira, 21 de abril de 2017

[Resenha] O Último Desejo de Boomer

Escritora: Sue Pethick
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 296

SKOOB

Sinopse: "Quando seu adorável companheiro canino, Boomer, é diagnosticado com uma rara condição cardíaca, Jennifer Westbrook decide tirar uns dias de seu atarefado trabalho de relações públicas e levar Boomer para a melhor viagem de sua vida.
Traçando um percurso de Chicago à Califórnia, Jennifer planeja para seu companheiro de quatro patas algumas paradas em lugares inusitados, como um show de cães, um museu de hidrantes e uma fábrica de brinquedos barulhentos. Porém, ao tentar entrar com Boomer disfarçado de cão-guia na área de imprensa de uma corrida da NASCAR, o disfarce de Jennifer é descoberto por um belo e curioso repórter chamado Nathan Koslow.
   Nathan rapidamente se apega a Boomer, ao contrário dos outros homens na vida de Jennifer. Quando o encantador jornalista pede para se juntar a eles na jornada, ela não consegue recusar. É então que descobre que alguém criou um site chamado “O último desejo de Boomer”, que acaba viralizando, e com isso rumos inesperados são definidos para a viagem de Jennifer, Nathan e o cachorro que os uniu. Será que o último desejo de Boomer se tornará realidade?"


Vou começar essa resenha dizendo que sou apaixonada por histórias de animais de estimação, principalmente cachorro. Quando vi "o último desejo de Boomer" como lançamento da Universo dos Livros, não resisti em solicitar e não me arrependo: o livro é puro amorzinho.

"O último desejo de Boomer" vai contar a trajetória de Jennifer com Boomer. Quando chegou aos 30 anos, Jennifer achou que já estava com a vida que sempre desejou: sua independência, um ótimo emprego. Faltava um cachorro para completar a sua vida. Nisso ela decide adotar um e quando encontra o Boomer no lar de adoção é amor à primeira vista. Boomer não é de raça legitima.

"As coisas que acontecem com você na infância parecem nunca estar longe, e tocam todo o resto da vida." (pág. 102)

Após cinco anos, Boomer é diagnosticado com uma doença cardíaca rara e a previsão é de apenas mais um mês de vida. Jennifer fica despedaçada pensando em como "perdeu" esses cinco anos de vida de Boomer: sempre dedicada mais ao trabalho e menos com seu cachorro. Para compensar, ela decide tirar férias de um mês do serviço para fazer aquilo que faça Boomer balançar a sua calda, se sentir feliz.

Como Boomer sempre gostou de carros, Jennifer decide entrar em uma viagem pela Rota 66 e se aventurar com seu melhor amigo nos últimos dias que lhe resta. Nessa viagem ela vai conhecer Nathan que irá transformar a vida deles e mudará tudo para sempre.



Eu gostei muito desse livro. Ele apresenta uma escrita leve (apesar do diagnóstico) e uma leitura rápida. Os capítulos são curtos o que proporciona que a leitura flua rapidamente também.

O livro é uma onda de emoções. No começo você sorri como tudo começou; depois você sente aquele aperto no coração e depois está sorrindo novamente; E é essa mudança de emoção até a última página. De todo modo, quando cheguei na última folha, me peguei sorrindo para o livro. Me conquistou de diversas formas.

"Ela precisava ter fé de que as coisas se ajeitariam." (pág. 230)

Quando sentia meu coração apertado era quando eu me imaginava perdendo a minha cachorrinha (Hannah). Afinal, perder alguém que você ama nunca é fácil assim como perder um animal de estimação. Esse livro mostra o quanto devemos nos dedicar aos nossos animais, dar atenção, prestar atenção em pequenos detalhes e sempre agradar e fazer o seu melhor. Eles não sabem falar, mas transmitem tanto e às vezes não somos capazes de perceber a gratidão dos mesmos.

Após tantos elogios vou fazer apenas uma crítica que me incomodou um pouco: sei que o ponto forte não era o romance, mas ele não foi bem desenvolvido. A autora deixou grandes questionamentos de como e quando o sentimento surgiu, o relacionamento começou. Então senti falta nisso, mas ao todo, o livro foi bem descrito e bem explicado.


"Todo mundo morre. Todos nós. É o que fazemos com o nosso tempo que importa." (pág. 286)

Enfim, se você gosta de histórias contadas sobre cachorros, invista nesse livro. Vale a pena acompanhar a trajetória de Jennifer e Boomer (e depois com Nathan) e todas as aventuras que eles viveram.

Avaliação: ♥♥♥♥
*Livro cedido em parceria com a Editora.

12 comentários:

  1. Respostas
    1. Ah, toca mesmo. É um ótimo livro, principalmente para quem tem um cachorrinho.

      Beijos.

      Excluir
  2. Olá, tudo bem? Quando a estória tem algo a ver com dogs eu já sei que vou amar, haha. Adorei a resenha e com certeza vou adquirir esse livrinho lindo!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então pode apostar nesse livro que você vai amar! É uma história emocionante e vale a pena conferir. Depois me conta o que achou?

      Beijos.

      Excluir
  3. Não li tantos livros de cachorro, mas os que li eu adorei e sua resenha me deixou mais curiosa pra conhecer esse, e outros livros assim.
    Espero ter a oportunidade de ler em breve, já que nunca tinha visto falar desse!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não li muitos livros de animais também, mas os poucos que li, valeram a pena. E esse com certeza vale a pena! Espero que você tenha essa oportunidade, que goste e depois me conte o que achou <3

      Excluir
  4. Oi flor, tudo bom?
    Ai meu coração, nunca consigo ler/ver nada com cachorros porque sempre choro que nem uma condenada. Parece um livro lindo! Só esse título já deu vontade de chorar ç_ç
    Ótima resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! <3
      Eu sei bem como é haha mas vale a pena conferir a história e o que a dona faz pelo seu animal, não tem preço.

      Beijos.

      Excluir
  5. Oieee! Eu não leio muita história com animais, mas parece ser tão lindo! Gostei do enredo, espero não desidratar de chorar rsrsrrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante
    Sorteio A guerra que salvou a minha vida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha talvez em algumas partes você sentirá aquelas lágrimas brotando, sabe? Mas valerá a pena.

      Beijos.

      Excluir
  6. Olá,
    Achei que fosse ser uma história triste, pela sinopse. Mas ainda ainda bem que ela é leve. Vou anotar a dica para dar o livro de presente para minha sobrinha que ama livros de cachorros. Ele deve ser muito emocionante.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, com certeza ela irá amar. De certo modo é triste, mas é possível se aventurar e até rir em alguns momentos do enredo.

      Excluir