quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

[Resenha] O Amor em Primeiro Lugar

Escritora: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 352

SKOOB

Sinopse: "Uma tragédia familiar muda tudo na vida das irmãs Josie e Meredith. A tristeza torna-se algo recorrente, mas elas fazem de tudo para seguir em frente. E seguem... Quinze anos mais tarde, Josie e Meredith não têm um relacionamento harmonioso. As diferenças de personalidade delas, que já existiam antes da tragédia, estão ainda mais acentuadas. Elas se veem com frequência, mas não se entendem. Uma vida marcada pela tristeza velada e por segredos que as afastam cada vez mais. Será que Josie e Meredith vão conseguir se libertar de seus medos e se abrir para o novo? Será que, finalmente, elas conseguirão seguir em frente de verdade?"


Em "o amor em primeiro lugar", vamos conhecer as irmãs Josie e Meredith. Elas apresentam personalidades completamente diferentes o que acaba sempre gerando um conflito entre as duas.

Josie é impulsiva, divertida e despreocupada. Já Meredith é reservada e pensa muito antes de tomar qualquer decisão. Acho que não é difícil imaginar o porquê do conflito ser enorme entre elas, não é mesmo?


"O tempo é uma coisa complicada. Quando você quer aproveitar algo, o tempo passa voando. Quando você quer superar algo, ele se arrasta eternamente." (pág. 05)

As coisas entre elas e a família ficou pior após a tragédia: Daniel, o irmão mais velho, sofreu um acidente de carro. Foi o que desabou de vez com a família. Elas brigavam cada vez mais e os seus acabaram se separando após o acidente.

Após quinze anos da tragédia, cada uma seguindo seu caminho e seu objetivo diferente. Josie é professora e seu maior sonho é ser mãe. Como não encontra nunca o cara certo, ela decide fazer as coisas do seu jeito; Meredith, por outro lado, é uma advogada bem-sucedida, mas esse nunca foi o seu maior sonho, e mesmo com uma família linda, ela vive em conflito consigo mesma o que pode agravar seu relacionamento.

"Às vezes, como hoje à noite, me pego pensando o que é mais grave: fingir ser feliz quando não se sente ou se sentir constantemente insatisfeita quando você deveria estar feliz." (pág. 40)

Mesmo com todos os segredos que cercam as duas, será que elas conseguirão seguir em frente? Será que a tragédia será mais uma memória ao invés de causar tanta dor?



Segredos, família, amizade, perdão... É isso que o livro relata. É possível perceber que a família, independente de tudo, vem em primeiro lugar; possível também perceber uma amizade entre homem e uma mulher sem nenhum interesse; o perdão pelos segredos escondidos por tantos anos.

"Obviamente não há nada que eu possa fazer sobre o passado exceto conviver com ele, mas meu dilema insuportável se transforma no que fazer daqui por diante." (pág. 264) 

Esse foi o segundo livro que li da Emily e continuo dizendo que o desfecho que ela retrata nos livros não me agrada (confira a minha resenha de "questões do coração"). A escrita dela é boa, mas não funciona completamente para mim. Emily relata bem os acontecimentos, intercala os capítulos no ponto de vista de cada uma das personagens, mas ainda sinto que falta algo para prender o leitor.

A premissa é ótima, mas achei a leitura bem cansativa. Parecia que tudo girava no mesmo lugar e apenas isso. Não consegui captar a emoção dos personagens e nem me apegar a eles, infelizmente. Meredith é aquela típica personagem que só sabe criticar e não faz nada para melhorar a própria vida e Josie mostra o quanto ainda é imatura para a sua idade e com isso perde oportunidades de ser feliz.

"O amor sempre dá um jeito. Até mesmo nos momentos mais difíceis." (pág. 338)

De qualquer forma, a mensagem que a Emily traz na estória é ótima e sim, o amor está em primeiro lugar; o amor é capaz de tudo.

MAIS QUOTES:


"Agora sei que você não pode controlar a vida, por mais que tente. Que inevitavelmente as pessoas vão embora e nos decepcionam e morrem. Mas existe uma coisa mais constante, algo com que sempre se pode contar: não só o amor vem em primeiro luga como, no final das contas, é a única coisa que permanece." (pág. 349)

Avaliação: ♥ ♥ ♥
*livro cedido em parceria com a Editora.

22 comentários:

  1. Eu só li um livro da da autora, Primeiro e Único, e tive alguns problemas tb, no caso a personagem não me conquistou. A premissa realmente parece ser boa, mas acho que vou passar esse rsrsrsrrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As premissas dos livros da Emily são ótimas, mas infelizmente, depois de duas leituras, nenhuma me cativou. Então não tenho interesse em ler outros da mesma rs.

      Beijos.

      Excluir
  2. Oi! Tudo bom?
    Eu li um livro da Giffin até hoje, mas achei a leitura um pouco arrastada demais pra mim - tanto que eu nem cheguei a terminar.
    Não gosto quando a história termina de um jeito abrupto ou magicamente resolvido demais, acho que perde todo o ritmo da trama. Não estava muito interessada nessa leitura, agora que eu deixo pra lá mesmo UHAUHUHASUHASUHSA
    Adorei sua resenha.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. haha eu te entendo. Senti vontade em abandonar a leitura também, mas em alguns pontos eu pensava: agora vai! Então eu continuei, mas nada demais.

      Obrigada! :D Beijos.

      Excluir
  3. Oi! Já tive diversas oportunidades de ler as obras dela, mas sempre deixava para depois. Mas agora você falando que a leitura é lenta e não flui me deixa ainda mais na dúvida. De repente mais para frente eu me arrisque rsrs Bjos <3

    Click Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vejo que tem muitas pessoas que gostam, assim como vejo muitas que não gostam rs. Os livros da Emily divide opiniões. Espero que você tenha uma experiência boa com as obras dela.

      Beijos.

      Excluir
  4. Oie,

    Eu tenho vários livros dessa autora e nunca li. Foi uma época que todo mundo falava super bem e eu acabei indo na onda e comprei vários dela. Hoje não tenho interesse mais e a cada resenha de livro dela que leio, vejo que não é a minha. Não me deu vontade de ler. :/

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, é uma pena :( Realmente, na época que falavam tanto dos livros dela, eu corri e comprei "questões do coração" e infelizmente, não fluiu.

      Beijos.

      Excluir
  5. Oi
    pena que não curtiu muito a leitura, eu só li dois livros da autora até hoje e curti apesar de um ter me estressado e muito.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma pena mesmo. Já tentei várias vezes gostar dos livros da escritora, mas realmente não me cativa. Quem sabe outro da autora, mas ainda não vou dar essa oportunidade rs.

      Excluir
  6. A cpaa do livro é maravilhosa, uma pena que não seja uma leitura que prenda pq a premissa é realmente mt gostosa
    www.byanak.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é linda! Aliás, todas as capas dos livros da Emily são lindas, mas infelizmente a leitura não me prendeu tanto quanto eu desejava. Sim, a premissa é boa, quem sabe não agrade você?! :D

      Excluir
  7. Oi,
    Tenho esse livro aqui na minha estante mas ainda não peguei para ler, pena que o livro não tenha um final de te agrade tanto. Espero gostar da história, pois é meu primeiro contato com a autora.

    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você tenha uma experiência melhor que a minha. Eu já tinha contato com ela e já não tinha muita expectativa em ler outros da mesma.

      Beijos.

      Excluir
  8. h.. Tinha escolhido esse livro para o meu desafio de 2017 que pede um livro da autora. =(
    A capa é linda, pena que a autora não conseguiu transmitir o humanismo necessário para suas personagens.

    Um super beijo

    Livros em Contexto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é linda mesmo, mas tenta ler, Ju. Os livros da Emily divide opiniões, quem sabe você não gosta?! Se arrisca e depois me conta. <3

      Beijos.

      Excluir
  9. Eu tenho um livro da autora e recentemente ganhei esse em um sorteio (mas ainda não recebi), mas confesso que são tantas críticas à narrativa dela que eu tenho um certo receio de me jogar na leitura. Ou quem sabe isso seja bom, estou tão sem expectativa que o melhor que pode acontecer é eu me surpreender e amar! hahaha
    Adoro histórias que envolvem família, superação e perdão e já me identifiquei com as personagens, pois minha irmã e eu somos bem diferentes

    Duas Leitoras - no Top Comentarista de fevereiro você pode escolher entre 4 livros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro histórias que abordam esses temas, o problema é que a narrativa dela não me prendeu tanto. Bom, espero que a leitura preencha suas expectativas. Já aguardo a sua resenha. :D

      Excluir
  10. Olá!

    Já li alguns livros da Emily algum tempo atrás e amei as historias. Não li esse ainda. Uma pena você não ter gostado, mas cada um com seu gênero e gostos literário. Mas é assim mesmo. As vezes aquela história prende um e o outro não.
    Obrigada pelo comentário no meu blog. Estou retribuindo e gostei muito do seu blog. Sucesso 😙

    http://lereaminhavida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente. Mas como os livros da Emily divide opiniões, esse você pode gostar bastante. Espero que te agrade!

      Obrigada! Sucesso também. Beijos.

      Excluir
  11. Eu tive a mesma sensação que vc..
    Eu senti que a história foi cansativa e as irmãs nada cativantes..
    Mas gostei da mensagem da história..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A mensagem realmente é boa, mas infelizmente o desenrolar da história foi bem cansativo.

      Excluir