segunda-feira, 7 de novembro de 2016

[Resenha] O Sol é Para Todos

Escritora: Harper Lee
Editora: José Olympio
Páginas: 350


Sinopse: "Um livro emblemático sobre racismo e injustiça: a história de um advogado que defende um homem negro acusado de estuprar uma mulher branca nos Estados Unidos dos anos 1930 e enfrenta represálias da comunidade racista. O livro é narrado pela sensível Scout, filha do advogado. Uma história atemporal sobre tolerância, perda da inocência e conceito de justiça."
"Você só consegue entender uma pessoa de verdade quando vê as coisas do ponto de vista dela." (pág. 43)
 Em "o sol é para todos" vamos conhecer a história de Atticus, um advogado que está defendendo um homem negro que foi acusado de estupro e sofre em uma sociedade racista. Atticus é o único advogado em Maycomb que está disposto a defender Tom Robinson e que acredita ser inocente de todas as acusações. 

Todo o livro é narrado no ponto de vista de Scout (filha de Atticus), uma garotinha sensível, educada e completamente inocente que junto com seu irmão, Jem, e seu amigo Dill, vão descobrir que as coisas não são como realmente aparentam, mas que não perde a esperança de um mundo diferente, um mundo melhor.
"Mas às vezes temos que encarar as coisas da melhor maneira possível e saber como nos comportar quando as coisas vão mal..." (pág. 135)
O livro é dividido em duas partes, sendo a primeira relatada de uma forma mais leve onde a inocência de Scout é completamente evidente. Já na segunda parte, é a parte do julgamento de Tom, abordando assuntos mais pesados e de uma forma mais explicativa.


É difícil falar de um livro sem dar spoiler ou sem contar tanta coisa, mas "o sol é para todos" é completamente difícil de narrar. É um livro cheio de lição e que percebemos como a humanidade é egoísta e preconceituosa. Um livro que te faz sentir vergonha da humanidade, porém que apresenta também certo orgulho e esperança por existir pessoas como Atticus e sua família.
"Coragem é fazer uma coisa mesmo estando derrotado antes de começar. E mesmo assim ir até o fim, apesar de tudo." (pág. 143)
Quando você olha a capa ou a premissa do livro pode pensar que é uma história cansativa, mas não é. É uma história cativante e que te faz enxergar como a humanidade pode viver cheia de rótulos e preconceitos. Como é narrado no ponto de vista da pequena Scout, você enxerga as coisas de um ponto mais inocente e vê a inocência de uma criança indo embora com os acontecimentos.

"O sol é para todos" é aquele típico livro que todos precisam ler! Vai falar sobre tolerância, perda da inocência e conceito da justiça. Um livro que te fará refletir sobre a vida. A escritora conseguiu em apenas 350 páginas transmitir a mensagem de uma forma mais leve.
"Se existe um tipo de gente, por que as pessoas não entendem? Se são todos igausi, por que se esforçam para desprezar uns aos outros?" (pág. 283)
Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

8 comentários:

  1. Uau!! Já quero ler! Amo livros que falam desses temas <3
    Resenha ótima :D
    JP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro é incrível! Super recomendado. Pode ler sem medo. ;) E obrigada. <3 Beijos.

      Excluir
  2. Oiiii! Sempre que eu leio uma resenha desse livro eu fico com vontade de ler. O enredo é realmente interessante e bom saber que a narrativa é boa!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tinha receio em ler, confesso. Achava que era uma leitura cansativa, mas não é. Nunca tinha lido nada com esse tema e me surpreendi. Leia, Mi. Você não vai se arrepender. <3 Beijos.

      Excluir
  3. Essa é uma história maravilhosa e traz uma reflexão extraordinária para quem lê. ♥
    Art of life and books.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente! Eu não esperava que fosse amar tanto quanto amei esse livro. <3 Beijos.

      Excluir
  4. "O sol é para todos" realmente é um livro que todos deveriam ler, quando encerrei a leitura me peguei perguntando como em tão poucas páginas a autora conseguiu abordar tantos temas e ainda ao final deixar uma mensagem de esperança. A narrativa é tão leve que nem percebemos as páginas passando. Gostei bastante da sua resenha, parabéns!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! A escritora foi incrível na forma como relatou um tema tão "pesado" de uma forma mais simples em um ponto de vista de uma criança. Obrigada. <3

      Beijos.

      Excluir