quinta-feira, 4 de agosto de 2016

[Resenha] À Primeira Vista

Escritor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 256

Sinopse: "Jeremy Marsh tinha três certezas: jamais se mudaria de Nova York, não se apaixonaria novamente e nunca teria filhos. Mas agora ele está prestes a se casar com Lexie Darnell e aguarda a chegada da primeira filha, enquanto conduz a reforma de sua nova casa na pequena cidade de Boone Creek, na Carolina do Norte.

Em meio a tantas mudanças, Jeremy luta para reencontrar o equilíbrio pessoal e profissional ao lado da mulher que o fez mudar todos os seus planos. Quando tudo parece estar entrando nos eixos, Jeremy recebe um misterioso e-mail que dá início a uma série de acontecimentos que irão testar a força dessa paixão.
Atormentado pela ideia de estar sendo traído, vivendo uma crise criativa que o impede de trabalhar e angustiado com a gestação complicada de Lexie, ele não poderia imaginar que o pior – e o melhor – ainda estava por vir."
"Apesar de às vezes desejar voltar o relógio do tempo e apagar todas as tristezas, sentia que, se o fizesse, a alegria também diminuiria." (pág. 05)
Para quem não sabe, À Primeira Vista é a continuação do livro O Milagre. Quem quiser conferir a resenha do primeiro livro, clique aqui

O livro já começa com uma pergunta difícil: "será que de fato é possível amar alguém à primeira vista?". O prólogo e o epílogo acontecem cinco anos depois de todos os acontecimentos. Os capítulos narram o que levou Jeremy a fazer essa pergunta.
"Primeiro você conhece uma garota bacana e namoram por um longo tempo, até terem certeza de que partilham os mesmos valores. Observam se são compatíveis nos pontos essenciais e nas decisões do dia a dia, e depois verificam se compartilham o pensamento do tipo "esta é a nossa vida e estamos juntos nela". Quero dizer, vocês devem conversar sobre qual das famílias irão visitar nos feriados, se querem morar em casa ou em apartamento, se terão um cachorro ou um gato, quem será o primeiro a tomar banho de manhã. Então se ambos ainda estiverem de acordo, aí, sim, se casam." (pág. 07)
Jeremy, para quem não leu O Milagre, é um escritor e sempre morou em Nova York. Sua família, seus amigos, seu emprego... Tudo estava naquela cidade. Em uma visita em Boone Creek ele conheceu a adorável Lexie e apaixonou-se por ela.
"A vida era assim mesmo. Sempre havia um mas." (pág. 86)
"A confiança precisa ser conquistada? Ou é simplesmente uma questão de fé?" (pág. 100)
Já em À Primeira Vista, vamos conhecer o casal que está lidando com todas as coisas ao mesmo tempo: o casamento, uma nova casa e um bebê chegando. Além de tudo, Jeremy não consegue escrever, não consegue encontrar um equilíbrio pessoal e profissional e é onde começam as dúvidas em relação ao seu relacionamento - tudo ocasiona também aos e-mails que Jeremy vem recebendo sobre sua amada esposa. Seria verdade ou seria alguém "pregando uma peça" nele?
"Se você escolheu a pessoa certa, se os dois se amam, sempre encontrarão uma maneira de resolver as questões." (pág. 138)
Eu havia lido esse livro em 2013, então não lembrava muito da história, assim como eu reli O Milagre em Abril. Não lembrava como esse livro era capaz de transmitir tantas emoções ao mesmo tempo. Durante os capítulos você ri, você fica brava com as atitudes de Jeremy e Lexie, principalmente de Lexie, e no final, você percebe lágrimas aparecendo. Típico livro do Nicholas, não é?
Não é o melhor livro do escritor, na minha opinião, mas ele traz grandes lições, assim como os outros. Jeremy e Lexie é um casal completamente apaixonado e que estão enfrentando as dificuldades e as responsabilidades de um relacionamento. Eles crescem e amadurecem juntos, aprendem um com o outro. Foi o que eu mais gostei nesse livro.
"Todo casal tem seus altos e baixos, todos brigam, mas o importante é isto: que vocês são um casal, e casais não conseguem funcionar sem confiança." (pág. 151)
"Meu amor é maior que a quantidade de peixes do oceano e vai mais longe que a distância daqui até a lua." (pág. 227)
Avaliação: ♥ ♥ ♥

8 comentários:

  1. Oiieee

    Nunca li nada do Nicholas Sparks, assisti sim as adaptações, uma com a MIley Cyrus se não me engano... Mas os livros do autor nunca me chamaram a atenção.
    A resenha ficou linda, amei os quotes escolhidos!

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A adaptação com a Miley foi A Última Música e o livro é um dos meus preferidos! Ah, é uma pena que Nicholas não chame sua atenção :( ele é incrível.

      Obrigada! :D Beijos.

      Excluir
  2. Oiii
    Eu gosto bastante dos livros no Nicholas, esse em especifico ainda não li.
    Espero pegar para uma leitura futuramente.
    Adorei a resenha.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro Nicholas. <3 Esse livro é melhor que o primeiro. Espero que leia em breve e que goste.

      Obrigada! Bom fim de semana para ti também. Beijos.

      Excluir
  3. Olá,
    Confesso que fujo um pouco de Nicholas Sparks, rs. Eu sempre fico mal com as histórias dele e parecem um pouco iguais.
    Vou deixar para depois, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nicholas sempre parte o coração, isso é verdade rs. Algumas são realmente semelhantes, mas leia o último lançamento dele pela Editora Arqueiro. Garanto que você vai até se surpreender, pois eu me surpreendi rs.

      Beijos.

      Excluir
  4. Oie!
    Eu já tinha visto esse livro em alguma livraria, mas essa é a primeira vez que paro pra ler uma resenha dele. A premissa não me despertou tanto interesse, acho que devido ser uma continuação e eu não ter lido o primeiro. De qualquer forma, os romances do autor são sempre muito bem comentadas. Eu até já li um livro do Nicholas e ele me fez derramar muitas lágrimas. Rs ;)

    Bjos,
    http://helendutra.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alguns pontos do livro não é necessário ler o primeiro, pois ele explica o que aconteceu, mas lendo o primeiro, claro, você vai entender ainda mais sobre o livro. E sim, Nicholas sempre vai te fazer chorar, acredite! rs Eu sou suspeita em falar por ser fã do escritor, mas isso é uma realidade rs.

      Beijos.

      Excluir