segunda-feira, 15 de agosto de 2016

[Escritor do Mês] Matthew Quick


Olá, leitores.

Hoje é dia 15 e trago mais um Escritor do Mês para vocês. Esse mês decidi trazer o Matthew Quick, pois estou lendo um livro dele (O Lado Bom da Vida) - que será a próxima resenha aqui no blog.


O LADO BOM DA VIDA (2008: lançado em 2013 - Editora Intrínseca)
"Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele 'lugar ruim', Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um 'tempo separados'. Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida." ( SKOOB )

QUASE UMA ROCKSTAR (2010: lançado em 2015 - Editora Intrínseca)
"Desde que o namorado da mãe as expulsou de casa, Amber Appleton, a mãe e o cachorro moram em um ônibus escolar. Aos dezessete anos e no segundo ano do ensino médio, Amber se autoproclama princesa da esperança e é dona de um otimismo incansável, mas quando uma tragédia faz seu mundo desabar por completo, ela não consegue mais enxergar a vida com os mesmos olhos. Será que no meio de tanta tristeza e sofrimento Amber vai recuperar a fé na vida?" ( SKOOB )




GAROTO 21 (2012: lançado em 2016 - Editora Intrínseca)
"Repetir um movimento várias e várias vezes ajuda a clarear a mente uma lição que Finley aprendeu muito cedo, nas quadras de basquete. Numa cidade comandada pela violência do tráfico e da máfia irlandesa, vestir a camisa 21 e dar o sangue em quadra é sua válvula de escape.
Vinte e um também é o número da camisa de Russ, um gênio do basquete. Ou pelo menos era. Recém-chegado à cidade de Bellmont depois de ter a vida virada de cabeça para baixo por uma tragédia, a última coisa que ele quer é pegar de novo numa bola.
Russ está confuso, parece negar o que lhe aconteceu e agora se autointitula um alienígena de passagem pela Terra. Finley recebe a missão de ajudá-lo a se recuperar e, para isso, precisará convencê-lo a voltar a jogar, mesmo sob o risco de perder seu lugar como estrela do time.
Contra todas as probabilidades, Russ e Finley se tornam amigos e, por mais estranho que pareça, a presença de Russ poderá transformar a vida de Finley completamente." ( SKOOB )

PERDÃO, LEONARD PEACOCK (2013: lançado em 2013 - Editora Intrínseca)
"Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto. " ( SKOOB )

A SORTE DO AGORA (2014: lançado em 2015 - Editora Intrínseca)
"Bartholomew Neil passou todos os seus quase 40 anos morando com a mãe. Depois que ela fica doente e morre, ele não faz ideia de como viver sozinho. Wendy, sua conselheira de luto, diz que Bartholomew precisa abandonar o ninho e fazer amigos. Mas como um homem que ficou a vida toda ao lado da mãe pode aprender a voar sozinho? Bartholomew então descobre uma carta de Richard Gere na gaveta de calcinhas da mãe e acredita ter encontrado uma pista de por quê, afinal, em seus últimos dias a mãe o chamava de Richard... Só pode haver alguma conexão cósmica! Convencido de que Richard Gere vai ajudá-lo, Bartholomew começa essa nova vida sozinho escrevendo uma série de cartas altamente íntimas para o ator. De Jung a Dalai Lama, de filosofia a fé, de abdução alienígena a telepatia com gatos, tudo é explorado nessas cartas que não só expõem a alma de Bartholomew, como, acima de tudo, revelam sua tentativa dolorosamente sincera de se integrar à sociedade." ( SKOOB )

LOVE MAY FAIL - ainda não publicado no Brasil

EVERY EXQUISITE THING - ainda não publicado no Brasil



Já leram ou tem interesse em ler algum livro do escritor? Recomendam algum? Estou na página 125 de O Lado Bom da Vida e estou gostando.

12 comentários:

  1. Li A Sorte do Agora, o único do autor. Gostei. Já faz tempo que quero ler O Lado Bom da Vida.
    bjs

    Amor Por Livros
    amo-os-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou apaixonada pela capa do livro A Sorte do Agora. Se eu continuar gostando de O Lado Bom da Vida, talvez eu arrisque em outros dele rs.

      Beijos.

      Excluir
  2. Olá! Peguei para ler O Lado Bom da Vida só que não gostei, achei muito demorado para a história se desenvolver, acho que Matthew é bom em descrever cenas, acho ele bem detalhista e o diálogo que tem na história é muito bom! Não conhecia os outros livros dele.
    Beijos ❤
    Jardim de Palavras
    Blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, eu estou na página 125 e realmente as coisas demoram para se desenvolver. Mas a escrita dele é bem detalhada mesmo, o que está me fazendo gostar do livro.

      Beijos.

      Excluir
  3. Oi! Tudo bom?
    Ouço muito falar dos livros do Matthew, mas ainda não tive a chance de ler nenhum. O Lado Bom da Vida é o que mais me deixou curiosa, até porque o filme é ótimo!
    A Sorte do Amor tem uma premissa fofa, vou marcar pra ler em breve.
    Adorei as indicações <3

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comecei a ver o filme O Lado Bom da Vida e não consegui terminar, acredita? Por isso fiquei com receio de começar esse livro, porém, estou gostando mais do que do filme rs. A Sorte do Agora me deixa bem curiosa em ler também rs.

      Beijos.

      Excluir
  4. Olá,
    Eu só li O lado bom da vida dele e foi o que bastou para perceber o quanto ele é bom. Preciso ler outros livros dele. Com certeza irei gostar como gostei de O lado bom.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou gostando de O Lado Bom da Vida e se tudo acabar bem, eu pretendo ler outros do escritor também rs.

      Beijos.

      Excluir
  5. Olá,
    Ainda não li nada do autor, mas sempre vejo elogios sobre os livros dele.
    Quero muito ler Quase uma Rockstar.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho bem legal a capa de Quase Uma Rockstar e a premissa também rs. Leia e depois me conte se é bom rs.

      Beijos.

      Excluir
  6. Li O lado bom da vida e odiei tanto que peguei trauma do autor hahaha
    Tem dois livros dele que me chamam a atenção pela sinopse, mas acho que nunca vou ler por causa dessa experiência pra lá de negativa. Futebol americano demais, romance e aspectos psicológicos de menos.

    Beijos,
    Kemmy|Duas leitoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Eu peguei "trauma" quando tentei ver o filme rs mas comecei a leitura e sinceramente, até o momento, estou gostando. Eu também tenho mais livros dele ai que me chama atenção, mas só vou me arriscar depois de finalizar e o livro for completamente positivo para mim rs.

      Beijos.

      Excluir