sábado, 30 de julho de 2016

[Resenha] O Ano em que te Conheci

Escritora: Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Páginas: 336

Sinopse: "Bem-vindos ao mundo imperfeito de Jasmine e Matt.
Vizinhos, eles não têm o menor interesse em tornarem-se amigos e nunca haviam se falado antes. Estavam sempre ocupados demais com suas carreiras para manter qualquer tipo de contato.
Jasmine, mesmo sem nunca tê-lo encontrado, tem motivos para não suportar Matt.
Ambos estão em uma licença forçada do trabalho e sofrendo com seus dramas familiares. Eles precisam de ajuda.
Na véspera de Ano-Novo, os olhares de Jasmine e Matt se encontram de forma inusitada pela primeira vez. Eles têm muito tempo livre e precisam rever seus conceitos para poder seguir em frente.
Conforme as estações do ano passam, uma amizade improvável lentamente começa a florescer."

"Sempre acreditei esperançosamente que as pessoas quietas tivessem uma mágica e um conhecimento que pessoas menos contidas não têm; que o fato de não dizerem alguma coisa significa que pensamentos mais importantes estão passando pela cabeça delas." (pág. 12)

O livro conta a história de Jasmine - uma mulher de 34 anos que foi demitida e está um ano de licença se poder trabalhar com a concorrência. Ela vivia para seu trabalho e não prestava muita atenção ao seu redor, até mesmo nas pequenas coisas. Dedicava-se a sua irmã no tempo livre e, às vezes, para o seu pai.
"Se quiser fazer alguma coisa, você tem de fazer isso agora. Se quiser dizer alguma coisa, então precisa dizer isso agora. E, principalmente, tem de fazer você mesmo. A vida é sua, é você quem vai morrer, é você quem vai perder." (pág. 13)
Jasmine nunca gostou de seu vizinho Matt. Matt trabalha em um programa de rádio e está de licença do trabalho por um mês. Ele chega todo dia de madrugada em casa bêbado, com o som do rádio no último volume e gritando para a sua mulher deixá-lo entrar. Mas esse é um dos motivos de Jasmine não gostar dele. 
"Eu não seria capaz de dizer quais são meus sonhos se alguém me perguntasse agora, nem minhas esperanças e desejos. Se me pedissem para colocar um plano em ação, eu não saberia por onde começar. Eu me sinto totalmente perdida." (pág. 153)

Com seu tempo livre, Jasmine decide cuidar do jardim de sua casa, o que inspira alguns momentos engraçados e onde ela começa a conhecer melhor seu vizinho, dando-lhe uma segunda chance. Afinal, quando ele está sóbrio, ele é uma pessoa legal e o mesmo não sabe porque ela não gosta dele. E nisso surge uma grande amizade. Estranha, mas uma amizade.
"Você pode não definir uma pessoa de acordo com uma coisa em qualquer momento; todos nós somos únicos." (pág. 197)
Confesso que em alguns momentos eu senti uma irritação com Jasmine. Mesmo sendo uma mulher de 34 anos, ela ainda não decidiu o que quer de sua vida. Tudo o que deseja é apenas voltar para o mercado de trabalho. Quando ela começa a perceber as coisas ao seu redor, foi onde criei um pouco de simpatia pela personagem.


"Todos nós temos momentos marcantes em nossa vida, períodos que influenciam mudanças pequenas ou profundas dentro de nós. Posso pensar em quatro momentos transformadores para mim: o ano em que nasci, o ano em que soube que ia morrer, o ano em que minha mãe morreu e agora tenho um novo, o ano em que te conheci." (pág. 298)
Em alguns momentos achei o livro monótono. Muitas coisas repetitivas, sem muita emoção. O conteúdo em si é incrível, pois trata-se também de assuntos delicados, mas que não foi tão explorado na escrita. O que quero dizer é que o livro não é ruim, ele é bom, mas... faltou algo. Exceto isso, o livro traz grandes lições.
"O mundo é fascinado por transformações instantâneas, pessoas totalmente mudadas ou pelo passe de mágica disfarçado por uma mesura. Mais rápido que um estalar de dedos, aqui e agora, não pisque ou você vai perder. Minha mudança não foi instantânea, e muitas vezes o ritmo lento da transformação pode ser doloroso, solitário e confuso, mas, mesmo sem que a gente perceba, acontece. Olhamos para trás e pensamos: "Quem era aquela pessoa?", enquanto durante o processo, pensamos: "Quem estou virando?". E qual foi o ponto exato em que cruzamos aquela linha, quando uma versão de nós se tornou a próxima? Mas é graças a esse lentidão que nos lembramos da jornada, que preservamos aquela sensação de quem éramos antes, e sabemos para onde estamos indo, e por quê. Quando o destino é totalmente desconhecido, nós valorizamos a travessia." (pág. 330)

O Ano em que te Conheci é dividido em quatro partes, uma para cada estação do ano, contado por Jasmine. Ela fala como se estivesse falando com Matt o tempo todo, como se o leitor fosse o Matt. Além de amizade, o livro trata de família e emprego. Não vá esperando um super romance, pois há bem pouco, quase nada. Mas há laços de amor entre família e amigos.

Avaliação: ♥ ♥ ♥

9 comentários:

  1. Eu estava esperando um super romance, confesso, rs.
    Parece ser um livro mais de lições né, não muitos acontecimentos... E provavelmente a Jasmine vai me irritaria tbm XD
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu super esperava um romance, mas não fiquei decepcionada em não ter rs. Ela é um pouco irritante mesmo rs, mas traz bastante lições.

      Beijos.

      Excluir
  2. Olá!
    Eu estou louca para ler algo da autora, vejo tantos elogios, além da capa ser linda. Gosto da protagonista ter 34 anos, mais madura e menos drama adolescente, rs.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não leu nada nela? Leia, leia, leia! rs Principalmente Como Se Apaixonar que traz também uma personagem mais madura. Você vai gostar bastante.

      Beijos.

      Excluir
  3. que capa linda !!!! Parece ser um livro muito interessante , ainda não tinha ouvido falar mas parece ser bem legal , parabéns pela resenha ficou ótima !!:)
    beijos
    https://wonderbookss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa capa é maravilhosa demais, não é? <3 É um os lançamentos de Julho da Editora. Leia sim e eu espero que goste da leitura rs. Obrigada! :D

      Beijos.

      Excluir
  4. Olá, tudo bem contigo?

    Nossa eu amei a capa e toda a propaganda feita em cima do livro, os marcadores ecológicos e tudo, mas agora não sei se a história em si me agradaria, mas darei uma chance.

    Beijos :*

    http://carpediemliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Achei esse livro muito interessante e estou ansiosa para ler. Ótima resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir