domingo, 22 de novembro de 2015

[Resenha] Questões do Coração

Escritora: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 438
Sinopse: "Tessa Russo é mãe de dois filhos e esposa de um renomeado cirurgião pediátrico. Apesar de todos os seus receios, ela recentemente abandonou sua  carreira para se concentrar em sua família, na busca pela felicidade doméstica. Por fora, parece destinada a viver uma vida encantada.
Valerie Anderson é uma advogada e mãe solteira de um garotinho de seis anos, Charlie, que nunca conheceu seu pai. Depois de muitas decepções, desistiu do amor e até mesmo das amizades. Acreditando que é sempre mais seguro não criar muitas expectativas.
Embora as duas vivem na mesma área de Boston, elas têm pouco em comum, com exceção do amor incondicional por seus filhos. Mas em uma noite, um trágico acidente faz suas vidas se convergirem de uma maneira inimaginável." 
"A vida não é divertida o tempo todo, e quase nunca é fácil." (pág. 40) 
Questões do Coração é um livro sério e muito real. Apesar de se tratar de uma ficção, poderia acontecer com qualquer pessoa, assim como já deve ter acontecido.
O livro aborda alguns temas como: traição, desestruturação de uma família (como a separação dos pais), acidentes, fofoca, amizades, etc. Este nos mostra que, tudo aquilo em que acreditamos, tudo aquilo que amamos é frágil e fácil de se perder. 
"(...)entendendo que há um sofrimento maior quando nos decepcionamos constantemente." (pág. 47)
Tessa e Valerie tem personalidades e vidas bem diferentes: Tessa Russo é mãe de dois filhos e esposa de Nick Russo, um renomado cirurgião pediátrico. Ela abandonou sua carreira para se concentrar em sua família. Sua vida parece perfeita. Valerie Anderson é uma advogada e mãe solteira de um garoto de seis ano, Charlie, que nunca conheceu o pai. Ela não acredita no amor, e sabe que tem que ser forte por si e pelo filho. Mas o que iria tornar suas vidas interligadas é justamente o marido de Tessa: Nick.


Numa noite, um grave acidente acaba unindo as duas mulheres, de uma forma que nenhuma das duas esperava. Elas não se conhecem, e na verdade, nem chegarão a se conhecer tão cedo. O que fará com que elas acabem se esbarrando de fora indireta são suas ações, atitudes e escolhas. E são justamente estes fatores que mudarão a vida das duas mulheres.
"Era distante e ao mesmo tempo intenso, eu me apaixonei rápida e intensamente por ele, fascinada pela certeza de que nossos sentimentos eram tão recíprocos quanto reais." (pág. 223)
A forma que Emily escolheu para desenvolver os capítulos ficou muito boa, alternando as visões de Tessa para Valerie. Os capítulos intitulados de Tessa são narrados em primeira pessoa e os de Valerie em terceira pessoa. O fato é que é interessante a leitura em si, pois não é a estória que é tão importante, mas sim os acontecimentos e sentimentos narrados.

A única coisa que eu não gostei foi o final, mas depois de terminar de ler e ficar pensando na história,  faz com que a gente pense que o final pode ser dessa maneira mesmo se avaliarmos tudo que aconteceu na história.
"Estou pensando que eu amo seu corpo, seu toque e seu gosto. Que amo o som da sua voz e o modo como olha para mim com esses olhos..." (pág. 351)
Conclusão: é um livro que nos faz refletir, sobre o certo e o errado; sobre o que realmente nos é importante e o que realmente sentimos e, até mesmo em determinados momentos, deixamos de sentir. É um livro que nos faz pensar em como lidaríamos com as situações que os personagens passam, e o a lidar com as situações mais inusitadas e terríveis, da melhor forma possível. 

Avaliação: ♥ ♥ 

0 comentários:

Postar um comentário