domingo, 19 de julho de 2015

[Resenha] Para Onde Ela Foi

Escritora: Gayle Forman
Editora: Novo Conceito
Páginas: 239
Sinopse: "Em Se Eu Ficar, Mia passou pelo momento mais angustiante que qualquer pessoa poderia enfrentar. Graças ao amor de Adam, ela decidiu lutar e não partir. Surpreendentemente, porém, o destino os fez seguir trajetórias distintas.
Durante os três anos em que ficaram separados, Adam e Mia se tornaram prodígios da música, mas não tiveram todas as respostas que buscavam. Agora, em um reencontro tão doloroso quanto necessário, eles ganham a chance de avaliar as escolhas que fizeram e tentar descobrir o que o futuro lhe reserva."
"Um dia pode ter apenas vinte e quatro horas, mas às vezes passar por um parece tão impossível quanto escalar o Everest." (pág. 27) 

Para Onde Ela Foi é uma história simples. Uma história de um amor adolescente que se transforma não somente com o passar do tempo, mas de vários eventos drásticos que transformam a vida dos protagonistas.

Dessa vez narrado por Adam, "Para Onde Ela Foi" também mescla o presente com o passado. Assim, sabemos como foi a recuperação de Mia após o acidente, como Adam se tornou um artista e, principalmente, começamos a entender o porquê de os dois não estarem mais juntos. 

Faz três anos desde que Mia se foi, desde que não se falam e não se vêem. Ele fez uma promessa – que se ela sobrevivesse, que se ela ficasse, ele a deixaria em paz. E foi o que ele fez, mesmo contra sua vontade, mesmo sem saber se ela sabia de tal promessa.
"É, mas algumas coisas não se podem controlar, não importa quanto você tente." (pág. 76)  
"As palavras são tão cheias de truques que é impossível reconhecer a pessoa por trás delas." (pág. 89)
Adam não sofre apenas porque teve seu coração partido, também sente falta dos pais de Mia e de Teddy, e em alguns capítulos temos flashbacks do passado, principalmente cenas com Mia ou com a família dela. É perceptível que ele não tem todas as respostas que deseja, mas depois de tantos anos acaba reencontrando Mia. Como em Se eu Ficar a história é narrada em 24 horas e nesse encontro eles poderão conseguir as respostas que não foram ditas e tentar entender como será o futuro de ambos. 

Ele levou sua banda, Shooting Star, com letras e melodias tocantes para o sucesso. Mia ficou diferente, mais madura e mesmo levando a dor da perda de toda sua família conseguiu seguir em frente e realizou seu sonho: ficou talentosa e conceituada violoncelista, formou-se em Julliard e vai começar sua turnê pelo mundo. 

É um livro que fala sobre perdão, amor e superação, e que no meio de tanta dor é possível encontrar a felicidade.
"Acabei percebendo que há uma grande diferença entre saber que algo aconteceu e saber por que aconteceu, e acreditar nisso." (pág. 98)
Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ 

0 comentários:

Postar um comentário